Azteca

Azteca

História

Depois da Revolução mexicana o uso excessivo dos crioulos mexicanos para a guerra levou à sua extinção total, para substituí-lo introduziu-se uma nova raça com porte e força para trabalhos de campo e para puxar carruagens, o cruzamento de um PRE (sangue-puro espanhol) com Quarter Horse (Quarto de Milha) deu como resultado o que hoje conhecemos como Azteca.

No final dos anos 60 a Casa Domecq México organizou uma visita, em que se adquiriu para o México um lote de cavalos e éguas de raça espanhola que promoveu o desenvolvimento desta raça no México. Considerando a grande aderência que existe no México, iniciou-se de imediato, por um grupo de criadores apoiado pela La Casa Domecq, o cruzamento desses cavalos espanhóis com éguas quarto de milha do gado mexicano.

As primeiras crias obtidas deste cruzamento foram denominadas de Cavalos da Raça Azteca, iniciando-se o programa para multiplicação da raça, sendo que ainda hoje esse programa continua em execução. Conhecendo-se as boas características destes cavalos, constituiu-se nos anos 70 a primeira associação de criadores de cavalos da raça Azteca.

Características físicas

Os cavalos Aztecas não podem ter menos de 143 cm, mas em relação ao seu pêlo qualquer cor sólida é permita. Idealmente, o cavalo é um equilíbrio de ambas as raças, que não é demasiado alto e ágil, nem demasiado baixo. A altura do cavalo deve atingir uns 162 cm de máxima.

A sua cabeça possui uma testa ligeiramente convexa, em que abaixo podemos ver uns pequenos olhos expressivos. O pescoço é musculado e ligeiramente arqueado. Tanto a crina como a cauda são ligeiramente baixas e rasas.

Características psicológicas

A raça Azteca é o resultado de cruzamentos selectivos entre cavalos Andaluz e éguas quarto de milha. Por este motivo várias características são herdadas de ambas as raças. Por exemplo, o seu lado nobre e arrogante ao mesmo tempo vêm do Andaluz.

Em quanto do quarto de milha vai buscar a sua doçura. Tudo isto misturado com a beleza de ambas as raças que já falámos anteriormente. Apesar de doçura e arrogância serem duas características que não combinam, o que é certo é que o cavalo consegue mostrar os seus dois lados dependendo da situação.

Curiosidades

A raça Azteca é a primeira raça de cavalos a ser desenvolvida no México, sendo algo de grande orgulho para os mexicanos em geral. Apesar deste facto, se não fosse a chegada de cavalos espanhóis como o Andaluz ainda hoje não conheceríamos esta maravilha raça de cavalos que tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos ao longo dos anos.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Cavalos:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook